Análise SWOT ou FOFA: Aprenda O Que É e Como Fazer

Para tomar qualquer decisão na nossa vida, nós costumamos analisar as coisas, o contexto no qual estamos inseridos. Para gerir empresas, isso não costuma ser diferente e talvez você já tenha ouvido falar sobre essa análise SWOT.

Conhecida no mundo do marketing, assim como na assessoria de comunicação, a análise SWOT é utilizada para planejamento e avaliação de cenários de empresas e projetos. Analisar os objetivos e limites é um passo essencial e interessante para guiar uma marca ao sucesso.

Com esse artigo, eu espero que consiga entender o que é a análise SWOT ou FOFA, para que serve, como pode ser aplicada e como ela se torna importante. 

 

O que é Análise SWOT ou FOFA?

Como já dito anteriormente, a análise SWOT (ou FOFA) é uma ferramenta de gestão para avaliação de estratégias. A sigla SWOT significa: Strengths (Forças), Weaknesses (Fraquezas), Opportunities (Oportunidades) e Threats (Ameaças).

Esta análise leva em conta as características mais marcantes da própria empresa ou marca, assim como todos os processos a ela relacionados. De forma institucional, as forças e fraquezas são avaliadas, considerando o contexto atual, os pontos fracos, recursos, experiências, conhecimentos e habilidades.

Criado lá na década de 1960 pelo consultor de empresas Albert S. Humphrey, a criação já passou por diversas mudanças e reformulações. Levando em conta fatores externos e internos de cada projeto, a análise se mostrou popular e adaptável.

Para aspectos controláveis e aqueles que não podem ser transformados, mercado, concorrência e ambiente socioeconômico, a análise é eficiente. O resultado é uma matriz 2×2 que se divide em quatro pontos. 

 

Pontos principais da análise SWOT

 

  • Força

 

Nesse primeiro ponto da avaliação é levado em conta as qualidades da marca/empresa. Lembre-se de todos os pontos fortes dos produtos, serviços, equipe, vantagem em relação a concorrência, relação com os clientes, entre outros.

Entre as suas qualidades, podem estar a localização, o tempo de mercado da sua empresa, a reputação. Ou também o atendimento, os recursos financeiros, sua equipe de marketing ou de gestão. 

 

  • Fraqueza

 

Essa é a hora de pôr o dedo na ferida e pensar no que a sua empresa anda deixando para trás. O que anda prejudicando os negócios e a relação com o cliente? Pense nos pontos negativos e nas causas de forma isolada, para que possam serem corrigidos depois.

Todos os elementos pensados nas suas forças podem possuir também os seus pontos negativos, que também devem ser considerados. Desde a matéria prima que pode ser trocada, assim como os equipamentos para manejo. 

 

  • Oportunidades

 

Esteja atento e atualizado para esta parte da avaliação. Ao analisar o cenário externo, quais fatores externos podem ajudar sua marca a crescer? Sejam as mudanças políticas e econômicas ou qualquer vantagem sobre a concorrência, aqui, é válido ser um pouco visionário, mas também realista. 

 

  • Ameaças

 

Se nas oportunidades você pode ver sua empresa crescendo, aqui é o momento de prever o que pode prejudicar sua empresa. O que pode impactar negativa e diretamente a sua marca? Analise estrategicamente a longo prazo que eventos podem abalar os seus planos. 



 

As ameaças podem surgir de diversos cenários, como por exemplo, político-legal (projetos de lei, correntes ideológicas, novos governantes). Infrações e níveis de consumo são fatores econômicos externos.

A longo prazo, o envelhecimento da população pode afetar a expansão do seu negócio. Assim como o surgimento de novas tecnologias que podem substituir os seus serviços. A mudança de hábitos de consumo da população e outros costumes também podem afetar os planos da sua marca.

Além de tudo, se você fornece qualquer tipo de produto, é preciso estar atento ao cenário de produção da matéria prima. Sem esquecer das questões ambientais, sustentabilidade que pode envolver seus valores e a sociedade. 

 

Para que serve a Análise SWOT?

Resumidamente, para colocar no papel a atual situação do seu projeto. Ao listar todas as informações necessárias que podem ajudar ou atrapalhar seus planos, há uma segurança maior e melhores estratégias para executar seja o que for.

Para projetos, empresas em novos caminhos ou até desenvolvimento pessoal, a análise SWOT ajuda a tomar decisões. Ao olhar para dentro e para um cenário geral, a habilidade de se conhecer melhor e o que está se executando pode promover bons insights e bons caminhos a serem tomados.

Tanto as oportunidades como as ameaças necessitam podem te trazer melhor sensação de controle. Ao se precaver sobre futuros prejuízos e descobrir novos rumos, a avaliação pode trazer os reparos certos a serem feitos. 

 

Como aplicar a Análise SWOT

Para começo de conversa, é bom ter em mente que a análise SWOT tem resultado mais interessante quando é realizada com toda a equipe presente. Ao reunir pelo menos um representante de cada segmento da empresa, é mais fácil compreender todo o contexto em que ela se encontra.

Além de ter uma visão mais próxima de cada setor, a integração da equipe permite que todos tenham o mesmo comprometimento com a análise. Também pode ajudar na relação e compreensão do funcionamento da instituição.

Para realizar uma análise SWOT ainda mais aprofundada:

  • Reúna sua equipe;
  • Determine sua força;
  • Determine suas fraquezas;
  • Relate suas oportunidades;
  • Enumere suas ameaças;
  • Relacione todos os itens entre si.

Essa última parte é a que necessita talvez de maior pensamento estratégico da equipe. Pense como as forças podem combater ameaças, mas também estimular as oportunidades. Da mesma forma, como as fraquezas podem prejudicar as oportunidades ou intensificar as ameaças.

Pode parecer trabalhoso, mas a ideia é que com os integrantes da equipe reunidos, cada um exponha seus pontos e consiga relacionar ao dos outros. Ao montar a análise, é preciso ter objetividade para possibilitar uma visualização rápida de todas as informações que você precisa.

Procure evitar listas muito longas, selecione aquilo que é mais relevante e escreva em forma de tópicos concisos. Desenhe uma cruz e monte uma matriz de fatores negativos e positivos, internos e externos.

 

Como a Análise SWOT é importante?

Talvez a maior vantagem da análise SWOT seja conhecer a realidade, justamente para evitar fracassos no futuro. Assim, poder pensar objetivamente na viabilidade dos projetos a serem lançados é um ponto forte gerado na análise.

Mas outro ponto importante é, a análise pode proporcionar também ações práticas daquilo que está sendo proposto. Após a integração da equipe, é interessante que cada possa sugerir maneiras de exercer de fato as ideias propostas. Este é um momento muito evitado sem uma avaliação prática.

Com todas as estratégias expostas no papel, para além de idealizar um projeto, é um momento importante de encarar a atual situação da empresa ou marca. Objetivos mais práticos podem ser estabelecidos a partir desta análise SWOT.

Com a avaliação feita, as qualidades da marca devem ser reforçadas e as fraquezas devem ser corrigidas. Por dependerem apenas de fatores internos, são os aspectos mais fáceis de promoverem mudanças.



 

Com relação as oportunidades, a análise destas devem ser feitas para serem aproveitadas. Afinal de contas, não seria necessária a análise caso não fosse necessário gerar algum efeito de fato no futuro ou até presente da marca.

Percebeu a existência de alguma ameaça próxima, procure minimizá-la com o máximo de antecedência possível. Avalie todos os riscos reais envolvidos e se prepare tal, desde a contratação de pessoal a treinamento dos já existentes.

Espero que por meio deste artigo, tenha sido possível entender o que é análise SWOT e as suas vantagens para o futuro da sua marca.

Saiba Mais

Add Comment